quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

PORTUGAL RESSUSCITADO

Depois da fome, da guerra
da prisão e da tortura
vi abrir-se a minha terra
como um cravo de ternura.


Vi nas ruas da cidade
o coração do meu povo
gaivota da liberdade
voando num Tejo novo.


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
Nunca mais será vencido.


Vi nas bocas vi nos olhos
nos braços nas mãos acesas
cravos vermelhos aos molhos
rosas livres portuguesas.


Vi as portas da prisão
abertas de par em par
vi passar a procissão
do meu país a cantar


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido


Nunca mais nos curvaremos
às armas da repressão
somos a força que temos
a pulsar no coração


Enquanto nos mantivermos
todos juntos lado a lado
somos a glória de sermos
Portugal ressuscitado


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido.


José Carlos Ary dos Santos
(Caxias, 26 de Abril de 1974)


Viva o 25 de Abril

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Abril de Sim Abril de Não

Eu vi Abril por fora e Abril por dentro

vi o Abril que foi e Abril de agora

eu vi Abril em festa e Abril lamento

Abril como quem ri como quem chora.

Eu vi chorar Abril e Abril partir

vi o Abril de sim e Abril de não

Abril que já não é Abril por vir

e como tudo o mais contradição.

Vi o Abril que ganha e Abril que perde

Abril que foi Abril e o que não foi

eu vi Abril de ser e de não ser.

Abril de Abril vestido (Abril tão verde)

Abril de Abril despido (Abril que dói)

Abril já feito. E ainda por fazer.


Manuel Alegre

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Soneto do Trabalho

Das prensas dos martelos das bigornas
das foices dos arados das charruas
das alfaias dos cascos e das dornas
é que nasce a canção que anda nas ruas.

Um povo não é livre em águas mornas
não se abre a liberdade com gazuas
à força do teu braço é que transformas
as fábricas e as terras que são tuas.

Abre os olhos e vê. Sê vigilante
a reacção não passará diante
do teu punho fechado contra o medo.

Levanta-te meu Povo. Não é tarde.
Agora é que o mar canta é que o sol arde
pois quando o povo acorda é sempre cedo.

José Carlos Ary dos Santos

domingo, 28 de dezembro de 2008

A morte saiu à rua

Letra e música: Zeca Afonso

A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim

Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue de um peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal

E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu


Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale

À lei assassina, à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim

Na curva da estrada há covas feitas no chão
E em todas florirão rosas de uma nação


A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim

Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue de um peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal

E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu


O Pintor morreu...

O Pintor morreu...

sábado, 27 de dezembro de 2008

Vampiros - dedicada a certos democratas

Letra e música: Zeca Afonso

--------------------------------------------------------------------------------


No céu cinzento Sob o astro mudo
Batendo as asas Pela noite calada
Vêm em bandos Com pés veludo
Chupar o sangue Fresco da manada
Se alguém se engana Com seu ar sisudo
E lhes franqueia As portas à chegada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada [Bis]

A toda a parte Chegam os vampiros
Poisam nos prédios Poisam nas calçadas
Trazem no ventre Despojos antigos
Mas nada os prende Às vidas acabadas

São os mordomos Do universo todo
Senhores à força Mandadores sem lei
Enchem as tulhas Bebem vinho novo
Dançam a ronda No pinhal do rei

Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

No chão do medo Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos Na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota O sangue da manada

Se alguém se engana Com seu ar sisudo
E lhe franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Uma frase, um pensamento...

Mater Natura Ecce Homo
Mãe natureza,eis o homem...
O único animal que polui o lugar onde nasce.
O único fraticida,o único que aniquila
aquilo que é a garantia de sua sobrevivência.

(desconheço o autor)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Natal é...

Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão
E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão
Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher
Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão
E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão
Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Letra: Ary dos Santos
Música: Fernando Tordo
Intérprete: Paulo de Carvalho

sábado, 20 de dezembro de 2008

Estremoz - É Natal e tempo de prendas

Como não pode deixar de se falar nesta altura de Natal e como dizia o poeta, "Natal é quando um homem quiser". Há prendas de muitos tipos, que são doadas nesta altura. Eu, já fui prendado com uma prenda amarga e não é para beber, o meu novo horário de trabalho para o ano 2009, que de bom grado foi recebido, pois até se esqueceram que estas coisas têm de passar pelos parceiros sociais. Aconteceu, pelo menos no que toca ao sindicato que me representa, assim continuamos neste País, dizem na gíria que os parceiros sociais só servem para atrapalhar, no entanto, os mesmos têm recursos que servem para travar o que está mal.
Temos visto na comunicação social as prendas que têm sido ofertadas aos trabalhadores por esse país fora e, como não podia deixar de ser, por aqui também se oferecem prendas amargas, pena que só alguns são contemplados e condenados a almoçar às 17 horas e a jantar às 24 horas, digam lá que não temos aqui as medidas perfeitas de quem tem maiorias absolutas, apenas me recordando um tema das disciplinas de Filosofia e História, "O ABSOLUTISMO".
Aproveito para desejar um Feliz Natal a todos os leitores do Blogue

Estremoz em debate - Os email que vão chegando


Já agora que estamos em maré de Natal e é coisa séria, vamos a um pouco de humor. Não sei que é o autor, mas que está boa está, ora leiam lá:
Para deixar para a posteridade o seu mandato no Governo deste país que está de tanga. Os selos são criados, impressos e vendidos. O nosso PM fica radiante! Mas em poucos dias ele fica furioso ao ouvir reclamações de que o selo não adere aos envelopes. O Primeiro-ministro convoca os responsáveis e ordena que investiguem o assunto. Eles pesquisam as agências dos Correios de todo o país e relatam o problema. O relatório diz: "Não há nada de errado com a qualidade dos selos. O problema é que o povo está a cuspir no lado errado."

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Estremoz em debate - Só para chatear o ZR



ZR


Lembras-te deste?

Se o fizessem hoje deveria ser bonito.

Podiam começar pelos bem avaliados professores...

que de bom grado contribuiriam para manter lá a ministra da educação, que tão bons motivos lhes dá para eles serem os melhores educadores, será?


amanhã, publico se encontrar, um que tenho por aqui em que dois rivais, convergiam.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

domingo, 7 de dezembro de 2008

Estremoz - Para ver e escutar na Junta de Santa Maria

Texto cartaz " O Tempo era mais lento"
PROJECTO FOTOGRÁFICO COLECTIVO,
QUE SUGERE A DESCOBERTA DE ESPAÇOS EM RUÍNAS
NUMA VIAGEM CUJO DESTINO É O ALENTEJO E AS SUAS VASTAS PLANÍCIES,
ONDE AQUI E ACOLÁ SE ENTREVÊEM PAREDES E JANELAS DELAPIDADAS,
UMA CHAMINÉ RACHADA, UM POÇO COBERTO DE ERVA DANINHA E UMA ÁRVORE MANSA
QUE SOBREVIVEM ÀS INTEMPÉRIES E À FALTA DE CUIDADOS DE OUTRORA.
INCENTIVA-SE, ASSIM, A DESCOBERTA DOS RESQUÍCIOS
DE ESPAÇOS, OBJECTOS E LUGARES ALENTEJANOS
ESQUECIDOS E ABANDONADOS, NUM RECUO NO TEMPO,
QUANDO ESSE PARECIA MAIS LENTO.
JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARIA
3 a 19 de DEZEMBRO

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Estremoz - EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIOS

O Município de Estremoz inaugura a Exposição "Natividade no Artesanato de Estremoz e do Mundo", dia 5 de Dezembro, pelas 17:00h, no Salão Nobre da Câmara Municipal e convida a população a visitar a exposição, gratuitamente, até ao dia 11 de Janeiro de 2009.

Trata-se de uma exposição de presépios de artesãos de Estremoz, Évora, Espanha, Itália, Panamá e Peru, onde o tema é retratado de forma artística e com recurso a diversos materiais.

O Gabinete de Imprensa

imprensa@cm-estremoz.pt

Nota de imprensa Nº 387

05 de Dezembro de 2008

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Estremoz em debate - A morte de Sócrates

Hoje dia da Restauração, lembrei-me de colocar aqui um momento de humor com uma tragicomédia para aliviar o stress que vai ser o mês de Dezembro.

sábado, 29 de novembro de 2008

Estremoz - FEIRA DO LIVRO 2008


A Câmara Municipal de Estremoz leva a efeito a Feira do Livro 2008, nos dia 4, 5 e 6 de Dezembro, na Casa de Estremoz, das 10:00 às 20:00h.

Na Feira estarão presentes as seguintes editoras: Grupo Leya ( Gradiva, Asa, D. Quixote, Caminho, Gailivro, Texto, Nova Gaia, Ndjira e Ndzila)

Kalandraka Devir Editora e Chili com Carne.

Trata-se de uma iniciativa de carácter social e cultural que pretende fomentar e promover o gosto pela leitura, o prazer do contacto com os livros e a aquisição de obras a preços mais acessíveis.

Paralelamente irão decorrer actividades relacionadas com a temática em questão, cujo programa é o seguinte:

Dia 5 de Dezembro – 14:00h

Atelier de Banda Desenhada – com o ilustrador Marcos Farrajota da Editora Chili com Carne, destinado ao público juvenil.

Dia 6 de Dezembro – 18:00h

Lançamento do livro “Esta escola não é minha”, da autoria de Pedro Strecht, editora Assírio & Alvim, com a presença do autor.

Dia 6 de Dezembro – 19:00h

Recital de Canto e Piano, por Ensemble Contemporaneus.

Tanto a Feira do Livro como as actividades paralelas decorrerão na Casa de Estremoz, com entrada livre, entre as 10:00h e as 20:00h, de 4 a 6 de Dezembro.

O Gabinete de Imprensa

imprensa@cm-estremoz.pt

Nota de imprensa Nº 384

28 de Novembro de 2008

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

ESTREMOZ - REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DE 26/11/2008

ASSUNTOS TRATADOS:

1 - Foi aprovado o Projecto de Estatutos da "CIMAC/CIAC Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central" e a integração do Município neste organismo;

2 - Foi deliberado celebrar um Protocolo de Cooperação Científica com o Centro de História da Universidade de Lisboa, com vista ao desenvolvimento de programas de cooperação que permitam aprofundar a investigação e divulgação das temáticas relacionadas com a História de Portugal;

3 - Foi ratificada a assinatura do Protocolo de Cooperação "Porta 65 - Arrendamento Jovem", celebrado entre a Câmara Municipal, o Instituto de Habitação e da Reabilitação Urbana e o Governo Civil do Distrito de Évora, com vista a:
- Criar canais alternativos para alguns passos do processo de candidatura ao Programa Porta 65
- Arrendamento Jovem (obtenção de informação de enquadramento e esclarecimento de dúvidas localmente);
- Disponibilizar apoio técnico e informático no âmbito da instrução de candidaturas on-line;
- Instituir interlocutores locais, facilitadores da correcta instrução das candidaturas e capazes de apoiar os jovens em cada concelho;
- Reduzir ou eliminar a duplicação de pedidos de informação e o número de candidaturas mal instruídas;
- Consolidar a clarificação e adaptabilidade a públicos-alvo específicos da informação disponibilizada, designadamente através da elaboração de guias de ajuda, passo a passo;
- Estabelecer procedimentos de transmissão de informação entre serviços;
- Promover relações de cooperação entre a Administração Central e Local, na prossecução da qualidade da resposta dada ao cidadão;

4 - Foi aprovado o Regulamento do Cartão Social do Munícipe Sénior, que define os critérios de atribuição e as regras de utilização do mencionado cartão;

5 - Foi deliberado alterar o Regulamento Municipal de Repartição de Encargos Relativos a Operações Urbanísticas do Concelho de Estremoz;

6 - Foi deliberado celebrar um protocolo entre o Município e a Federação Portuguesa de Voleibol, relativo ao "Projecto Gira-Volei";

7 - Foi deliberado atribuir 1.000,00 € à "Associação Hípica de Estremoz", como apoio à realização do projecto "Romaria a Cavalo Nossa Senhora da Conceição";

8 - Foi aprovado o regulamento "REVIVER Estremoz - Programa Municipal de Reabilitação de Fogos", no âmbito da " ACRRU - Área Crítica de Recuperação e Reconversão Urbanística de Estremoz".

O Gabinete de Imprensa
imprensa@cm-estremoz.pt
Nota de imprensa Nº 385
28 de Novembro de 2008

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Estremoz - Os beneficios da vitória de G. W. Bush sobre os Talibans


Beneficiou hoje, com a intervenção no Iraque a nossa mui nobre cidade de Estremoz com os efeitos colaterais da eliminação dos Talibans pelo policia do Mundo, G. W. Bush.
Podemos ver hoje no Rossio Marquês de Pombal, os trabalhos de montagem do nosso celebre PALITO, que esteve arredado por causa da guerra com os Talibans, ao que parece o problema foi resolvido pela raiz. E voltamos a ter a nossa praça maior, iluminada.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Estremoz - Programa cozinha dos Ganhões





PROGRAMA

XVI COZINHA DOS GANHÕES 2008

Dia 28 de Novembro – 6ª Feira

18h30 - Inauguração da XVI Cozinha dos Ganhões.

19h00 - Abertura da XVI Cozinha dos Ganhões – Tasqueiros e Doceiros.

21H00 - Rancho Folclórico “Rosas de Maio” de Veiros, no Palco Principal.

22h00 - Noite de Fados, com os Fadistas: José Gonçalez, Silvino Sardo, Maritina e João Caldeira, no Palco Principal.

01h00 - Encerramento da Cozinha.

Dia 29 de Novembro – Sábado

09h10 / 11h00 - Transmissão em Directo do Programa “Terra-a-Terra” da TSF Rádio Notícias, a partir do Pavilhão B, do Parque de Feiras e Exposições de Estremoz.

12h00 - Abertura da Cozinha.

15h30 - Início das provas de Vinhos, Enchidos, Ameixas, Queijos e Azeites de Estremoz, no Espaço de Provas (ver calendário das provas).

16h30 - Fórum “Europa - As Agro-Alimentares e o Futuro”, com os oradores, Eurodeputado Capoulas Santos, Jornalista Jorge Van Krieken, Presidente da Caminho-Dinâmico Associação para o Desenvolvimento Rural, e Manuel Fialho, Presidente da Confraria Gastronómica do Alentejo, no Auditório do Pavilhão A do Parque de Feiras e Exposições.

19h00 - Cantares ao Desafio, pelo Grupo Coral “Unidos do Baixo Alentejo”, pelos Restaurantes da Cozinha.

21h00 - Grupo das Pedrinhas, de Arronches.

22h00 - Grupo Coral “Unidos do Baixo Alentejo”, no Palco Principal.

01h00 - Encerramento da Cozinha.

Dia 30 de Novembro – Domingo

11h00 - Palestra subordinada ao tema “O Mundo dos Produtos Alimentares e a sua importância na cultura das regiões da Europa”, com a presença do Chef Michel, do Atelier Michel, no Auditório do Pavilhão A do Parque de Feiras e Exposições.

12h00 - Abertura da Cozinha.

12h30 - Animação nos Restaurantes com o Acordeonista António Vestias.

15h30 - Início das provas de Vinhos, Enchidos, Ameixas, Queijos e Azeites de Estremoz, no Espaço de Provas (ver calendário das provas).

16h00 - 3º Encontro de Concertinas e Acordeões, no Palco Principal.

22h00 - Grupo de Música Popular Portuguesa “Alento do Alentejo”, no Palco Principal.

01h00 - Encerramento da Cozinha.

Dia 1 de Dezembro – Segunda-Feira (Feriado)

12h00 - Abertura da Cozinha.

15h30 - Início das provas de Vinhos, Enchidos, Ameixas, Queijos e Azeites de Estremoz, no Espaço de Provas (ver calendário das provas).

16h00 - VIII Encontro de Poetas Populares do Concelho de Estremoz, no Palco Principal – Org.: Associação Filatélica Alentejana.

21h00 - Encerramento da XVI Cozinha dos Ganhões 2008.

(Entrada: 1€)

Cozinha dos Ganhões | 28 de Novembro a 1 de Dezembro | Parque de Feiras e Exposições Pavilhão B

Discoteca - Dias 28, 29 e 30 Novembro, até às 4h00, no Pavilhão C

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Desvio? ou Roubo?

Montepio ( clique aqui )
Funcionária de banco desvia 30 mil euros de conta de criança com cancro

Esta é uma das notícias que o SOL divulgou hoje, de facto com toda a problemática que tem existido nos ultimos tempos no sector bancário e de nos dizerem que os bancos são de confiança, fico com uma duvida: Porquê chamar DESVIO ao ROUBO? Será que assaltando o banco do lado de dentro carece de previlégios que o assaltante externo não tem? Este ROUBO comparado com os do BCP, é uma gota de agua no oceano, mas que são roubos são! Que seja mais in dizer DESVIO porque foi causado por um DR é outra coisa, mais que não seja pelaa difrença das classes o que me faz recordar uma velha historia: " a pobre PARIU um moço e a rica DEU Á LUZ um menino" assim reza a voz do povo.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Serão Benfiquistas?

Se estes indivíduos são benfiquistas, vou ali já venho. Sou Benfiquista à muitos anos, agora isto é uma vergonha. Por mim este tipo de gente que não se sabe comportar e causa graves danos no património do clube e elevados encargos financeiros, deveriam ser pura e simplesmente proibidos de ter acesso às instalações do clube.
As claques servem para apoiar o clube e elevar a sua imagem, os Diabos Vermelhos são uma velha claque que por norma tem tido um comportamento ao pé dos NN exemplar e também já causaram os seus distúrbios mas qual é a claque que não os causa no entanto para tudo existe um limite e neste caso penso que o limite foi excedido.

Estremoz - Estreia Nacional da peça de teatro "SÓ"

de Börje Lindström [Estreia Nacional]
Um espectáculo d’A BRUXA TEATRO
22. NOV. 2008 (Sábado)
Teatro Bernardim Ribeiro
Tradução JOANA Caspurro
Encenação ANA Leitão
Interpretação HUGO Moreira e MARTA Inocentes
ENSAIOS ABERTOS
Os interessados poderão assistir a todos os trabalhos de montagem e ensaios inerentes a estreia do espectáculo “SÓ”, seguidos de conversa informal com a encenadora e actores.
DATA 17 a 21 de Novembro
HORA das 15h00 às 19h30
LOCAL Teatro Bernardim Ribeiro
SESSÕES PARA ESCOLAS/SÉNIORES
DATA 25, 26 e 27 de Novembro de 2008
HORA 15h00
LOCAL Teatro Bernardim Ribeiro
DURAÇÃO 50 minutos (sem intervalo)
N.º PARTICIPANTES (máx.) 130 pessoas/sessão
DATA LIMITE DAS INSCRIÇÕES Até 19 de Novembro (4ª Feira)
RESERVAS/INSCRIÇÕES/INFORMAÇÕESTelef.: 268 339 216 Fax: 268 332 663 E-mail: cultura@cm-estremoz.pt

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

ESTREMOZ - REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DE 29/10/2008

ASSUNTOS TRATADOS:

1 - Foi deliberado alienar à Associação de Amigos da Terceira Idade de S. Lourenço, por ajuste directo e pelo preço simbólico de € 10,00 o lote de terreno nº 18 sito no Farjal da Aldeia, freguesia de S. Lourenço de Mamporcão, inscrito na matriz sob o artigo número 462 da citada freguesia do concelho de Estremoz, com o valor patrimonial de € 25.937,00, devendo as despesas relacionadas com a celebração da escritura serem assumidas pela mencionada Associação;
2 - Foi deliberado ratificar a assinatura do "Pacto para o Corredor Azul - Rede Urbana para a Competitividade e Inovação", cujos promotores são as Câmaras Municipais de Estremoz, Évora, Arraiolos, Elvas, Borba, Montemor-o-Novo, Santiago do Cacém, Sines, Vendas Novas e Vila Viçosa, sendo parceiras as seguintes entidades: ADRAL, IPP - Escola Superior Agrária de Elvas, Sociedade do Parque Industrial de Vendas Novas; Administração do Porto de Sines, IEFP - Delegação Regional do Alentejo, Fundação Alentejo - EPRAL e Universidade de Évora;
3 - Foi deliberado emitir parecer favorável à proposta da Associação Nacional de Farmácias para as Escalas de Turnos de Serviço das Farmácias do Município de Estremoz durante o ano de 2009;
4 - Foi deliberado adjudicar a “Prestação de Serviços de Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos, Lavagem, Fornecimento e Manutenção de Contentores e Recolha de Lixos Grossos” agrupamento formado pelos concorrentes "Empreiteiros Casais de António Fernandes da Silva, S. A. / Semural - Sociedade de Empreendimentos Urbanos, S. A.", pelo valor de 363.410,01 € e pelo prazo de três anos;
5 - Foi deliberado aprovar o projecto, autorizar o lançamento do concurso para a execução da obra e nomear o júri de apreciação das propostas para a "Requalificação dos Espaços Exteriores do Bairro da Caixa";
6 - Foi aprovado o projecto de arquitectura para edificação de um conjunto funerário com 339 nichos, a implantar num dos quarteirões actualmente livres no cemitério de Estremoz;
7 - Foi deliberado aprovar o Acordo de Colaboração para Constituição do Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal, a estabelecer entre as Câmaras Municipais de Estremoz, Alandroal, Borba, Redondo e Vila Viçosa;
8 - Foi deliberado, a pedido da Amnistia Internacional Portugal, participar no Dia Mundial "Cidades para a Vida", que terá lugar em 30 de Novembro próximo;
9 - Foi deliberado estabelecer, com o Centro Ciência Viva de Estremoz, um acordo com vista a participar activamente no Projecto “Plataforma das Cidades de Cultura Científica”, que está a ser preparado pelo "ECSITE - European Network of Science Centres and Museums".
10 - Foi deliberado aceitar o compromisso da regulamentação de tráfego e da conservação da rede viária na área de influência do Aproveitamento Hidroagrícola de Veiros.

O Gabinete de Imprensa imprensa@cm-estremoz.pt
Nota de imprensa Nº 382 de 12 de Novembro de 2008

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Estremoz - Coisas de Arquitecto




Em termos de distribuição de pilares, têm todos o mesmo afastamento. O problema, é que as portas ficaram com o pilar em frente e logo, dá um pouco de mau jeito para entrarem cargas.

Num edifício algures em Estremoz

domingo, 9 de novembro de 2008

Estremoz - O desconhecimento de regulamentos leva a este tipo de comentários

Este foi o comentário do Sr Manuel dos Santos que transcrevo na integra:

"Manuel dos Santos deixou um novo comentário na sua mensagem "Estremoz - Escola premiada com 1000€ de livros":

Caro amigo,
Como tenho o seu blog como um espaço informativo do que acontece em Estremoz resolvi enviar-lhe uma situação de autêntico ABUSO DO PODER.
No passado dia 22 de Outubro, pela manhã, lá estava o sr. autarca, Joaquim Ramalho, vice-presidente da Junta Freguesia Santa maria, no seu quintal, de mãos nos bolsos, a assistir ao corte dos ramos de uma árvore que tem no quintal. Até aqui nada de mal acontece, pois parte do principio que pagou para lhe efectuarem o serviço. Aquilo que considero ABUSO DE PODER é o facto de junto ao seu portão estar um camião da Câmara e 3 funcionários da mesma a recolher os ditos ramos. Sem exagero, a cena durou praticamente a manhã toda. Já viu se cada estremocense requisitasse o camião+3 funcionário para recolher o lixo à sua porta...
Foi sem dúvida um mau serviço que o senhor autarca prestou...Não havia de faltar se fosse da oposição...
Um abraço.
MS "

No entanto e para esclarecimento do senhor Manuel dos Santos, informo que não existiu qualquer ABUSO DE PODER por parte do Senhor Joaquim Ramalho, Secretário e não Vice Presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria.
O sr Ramalho, utilizou um meio que está disponibilizado a todos os Munícipes que é a aplicação do nº 1 da alínea d) do artigo 15º do REGULAMENTO MUNICIPAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E HIGIENE E LIMPEZA DO CONCELHO DE ESTREMOZ, ao contrário de muitos outros que colocam junto aos contentores do lixo comum, verdadeiras montanhas de cortes de árvores que poderiam ser recolhidas no momento do corte.
Portanto, a sua censura a quem cumpre o que está nos regulamentos municipais é um louvor para o Sr Ramalho e mostra, o seu desconhecimento pelos regulamentos municipais. Pode no entanto para ficar elucidado sobre o que aqui foi escrito, clicar no link acima ou ler o extracto que está na zona inferior do post.

Artigo 15º
(Tipos de recolha)
A recolha dos R.S.U. é classificada nas seguintes categorias:

a) Recolha normal - efectuada segundo percursos predefinidos e com periodicidade fixa ao longo do ano, destinando-se a remover os R.S.U. contidos nos recipientes colocados na via pública.

b) Recolha Porta a Porta (também designada por recolha personalizada) - efectuada em zonas do concelho de Estremoz, previamente estabelecidas, em que os sacos contendo os R.S.U.s, depositados pelos munícipes junto à porta das suas habitações, são recolhidos pelos serviços de higiene da Câmara Municipal.

c) Recolha de Monstros domésticos, aparas de jardins, etc - efectuada semanalmente, nos locais e dias fixados em edital ou mediante aviso prévio dos serviços, devidamente publicitados, destinando-se a resíduos que, pela sua natureza, peso ou dimensões, não possam ser objecto de recolha normal.

d) Recolha especial

1 - efectuada a pedido dos utentes, sem itinerários definidos e com periodicidade
aleatória, destinando-se a complementar o tipo de recolha referido na alínea anterior, principalmente no que respeita aos locais não abrangidos pela mesma.

Borba - 1º encontro de Blogues

Hoje, foi um dia diferente para muitos dos editores de blogues do Alentejo. 38, dos que têm a coragem de dar a cara pelo que escrevem, disseram presente. A recepção por parte do Presidente do Município de Borba não poderia ser melhor, tendo acompanhado como bom anfitrião os trabalhos da mesa redonda, bem como no almoço com os participantes.
Saiu reforçada a ideia da criar uma Associação Nacional de Blogues e nas intervenções falou-se um pouco de tudo, no que diz respeito à edição de blogues.

foto de AL TEJO

sábado, 8 de novembro de 2008

Ai está o novo código de trabalho

As novidades na última versão da lei do trabalho
  • Os trabalhadores casados ou que vivam em união de facto com pessoas com deficiência ou doença crónica vão poder faltar ao trabalho até 30 dias para prestar assistência “imprescindível e inadiável”.
  • O sigilo no caso de transferência de trabalhador vítima de violência doméstica .
  • Os pais de crianças até 12 anos têm direito a faltar ao trabalho até 30 dias em caso de doença ou acidente. Este período já estava previsto mas apenas no caso de crianças menores de 10 anos.
  • Vai passar a existir o banco de horas, que pode ser fixado por contratação colectiva. Os horários não podem ultrapassar as 12 horas diárias e 60 semanais (e as 50 horas em média, num período de dois meses). Na prática, significa compensar as horas de trabalho extra com horas de descanso. O limite de horas compensáveis por trabalhador não pode exceder as 200 anuais. A contratação colectiva pode ainda definir a compensação decorrente da criação de bancos de horas (em dinheiro, descanso ou ambas).
  • O período normal de trabalho pode aumentar até quatro horas, concentrando a semana de trabalho em três ou quatro dias no máximo. Nas semanas de três dias, o horário deve ser estabelecido por contratação colectiva e aos dias de trabalho devem seguir-se dois de descanso, no mínimo. A duração do período normal de trabalho deve ser respeitada num período de referência de 45 dias. Os horários concentrados em quatro dias podem também ser definidos por acordo directo. Aos trabalhadores que exerçam funções de acordo com os horários concentrados não pode ser aplicado o regime de adaptabilidade.
  • Um horário adaptado pode ser aplicado a todos os trabalhadores de uma secção se 75% dos empregados desse grupo o aceitarem. Mas têm de ser respeitados os limites já definidos actualmente em matéria de adaptabilidade: por exemplo, o horário pode aumentar até duas horas, não ultrapassando as 50 horas semanais. A adaptabilidade de horários também pode ser definida por contratação colectiva: a aplicação generalizada de um horário depende da aceitação de 60% dos trabalhadores. Neste caso, o trabalho diário pode chegar às 12 horas sem ultrapassar as 60 semanais (e as 50 horas numa média de dois meses). Em ambos os casos, os horários adaptados só podem ser aplicados enquanto a percentagem enunciada de trabalhadores se mantiver. As convenções colectivas podem ainda regular formas de compensação de trabalho suplementar, podendo criar períodos de licença de férias não previstos na lei. O regime de adaptabilidade, bancos de horas e horários concentrados podem não ser aplicados a determinados grupos, nomeadamente grávidas.
  • Com o novo Código, os trabalhadores têm direito a 30 dias por ano para prestar apoio a filho menor de 12 anos ou, independentemente da idade, com deficiência ou doença crónica. Têm ainda direito a 15 dias por ano para assistência a filho maior de 12 anos e ainda 15 dias no caso de se tratar do cônjuge, pais ou irmãos.
  • O trabalhador casado ou que viva em união de facto tem direito a mais 15 dias sobre os anteriores (ou seja, 30 dias), para assistir a cônjuge ou pessoa com quem viva em união de facto, se este tiver deficiência ou doença crónica. Os avós também vão poder faltar até 30 dias por ano ao trabalho, para cuidar dos netos em situações urgentes, em substituição dos pais.
  • Possibilidade de renovar os contratos a termo até um máximo de seis anos, limitando as renovações até três anos.
  • Os contratos a termo incerto passam a estar limitados a seis anos.
  • Além das alterações previstas nas contribuições para a Segurança Social, o futuro Código do Trabalho vai alterar a presunção de existência de contrato. Assim, a consideração de contrato de trabalho passa a depender da verificação de alguns requisitos, caso a actividade se realize em local pertencente ao beneficiário da prestação serviço ou quando o trabalhador tem um horário definido por aquele beneficiário. Falsos recibos verdes serão ainda considerados uma contra-ordenação muito grave.
  • Há novas formas de contratação, por exemplo, o contrato de trabalho “intermitente”, que implica a prestação do trabalho apenas durante uma parte do ano, mas mantém o vínculo laboral durante o resto do ano. O contrato intermitente “não pode ser celebrado a termo resolutivo ou em regime de trabalho temporário”. A duração de prestação de trabalho é acordada entre empregador e trabalhador, mas não pode ser inferior a seis meses por ano a tempo completo (dos quais pelo menos quatro meses devem ser consecutivos).
  • Os actuais 90 dias de período experimental aumentam para 180 para a generalidade dos trabalhadores. Ainda assim, a nova legislação prevê que o período experimental possa ser reduzido, ou até eliminado, consoante a duração de contratos anteriores entre o trabalhador e o mesmo empregador. Também há alterações no aviso prévio. O empregador que queira dispensar um trabalhador em período experimental há pelo menos quatro meses, terá de o avisar com uma antecedência mínima de 15 dias. Dois meses de período experimental, implicam um aviso prévio de dois meses. Se os prazos não forem cumpridos, o empregador deve pagar o correspondente ao período em falta.
  • São elencados um conjunto de matérias que só podem ser afastados por instrumentos de regulamentação colectiva de trabalho, se em sentido mais favorável para o trabalhador (e se não se opuserem às normais legais reguladoras de contrato que afastam). Entre as matérias conta-se a duração normal do trabalho ou duração dos períodos de repouso.
  • Os empregadores passam a ser obrigados a ministrar formação também aos contratados a termo. Mantém-se a obrigatoriedade de 35 horas de formação anual, mas esta pode ser dada nos dois anos seguintes. A formação obrigatória também pode ser dada pelo empregador e não apenas por entidade formadora ou estabelecimento de ensino.
  • O diploma em vigor no dia 1 de Janeiro de 2009.

Este texto foi adaptado de " Formiga no carreiro" deixando apenas o essencial do novo texto aprovado hoje

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

É já no próximo Domingo

PROGRAMA
Borba, 9 de Novembro de 2008(até às) 10h30 – Recepção, na Festa da Vinha e do Vinho;

11h00 – Mesa Redonda, no Pavilhão de Espectáculos da Festa da Vinha e do Vinho;

13h00 – Almoço, na Festa da Vinha e do Vinho;
15h00 – Foto de Grupo, seguida de Visita à Festa da Vinha e do Vinho

Tarde Livre
A Mesa Redonda está aberta a todos os interessados, não carecendo de inscrição prévia. Esta conversa será moderada, e contará com bloggers convidados.
O Alto da Praça é o blog organizador deste Encontro em estreita colaboração com a Comissão Instaladora da Associação Nacional de Blogs e a Câmara Municipal de Borba.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Cinema Português mais pobre

Hoje o cinema Português ficou mais pobre com o falecimento de Maria de Lurdes de Almeida Lemos conhecida apenas por MILU (1926 - 2008)

""Actriz de cinema e teatro de revista portuguesa. Estreou-se aos doze anos no filme "Aldeia da Roupa Branca" ao lado de Beatriz Costa. Extremamente bonita e fotogénica, encantou gerações de portugueses e portuguesas, podendo, sem favor ser comparada às "estrelas" de Hollywood. Foi também uma presença assídua na rádio, onde começou aos dez anos a cantar. Em 1942 é a "Luisinha" no filme "O Costa do Castelo", de Artur Duarte, e a sua voz imortalizou a música "Minha Casinha" mais tarde reinterpretada pelo conjunto musical "Xutos e Pontapés", com enorme sucesso. Outro sucesso foi "Cantiga da Rua". Casou pela primeira vez, em Dezembro de 1943, aos dezassete anos. Lisboa despovoou-se para ir ver a noiva à igreja de São Sebastião da Pedreira. Interrompeu a sua carreira artística, mas os e as fãs obrigaram-na a regressar. E mais sucessos se seguiram, numa das épocas mais criativas do cinema português: "Cantiga da Rua","O Leão da Estrela", em 1947, "O Grande Elias", em 1950, entre outros. Foi sem sombra de dúvida "a namoradinha de Portugal". As revistas de cinema e quase todas as outras escolhiam-na para capa, pois a sua beleza deslumbrava. Fez teatro de revista no Teatro Avenida, nomeadamente em "Ó Rosa Arredonda a Saia" e no Teatro Variedades com "A Vida é Bela" e entrou em alguns filmes em Espanha, nos anos de 1943 e 1946. Casou, pela 2ª vez em 1960 e viveu no Brasil até 1968, tendo actuado na televisão brasileira, esporadicamente. A sua última aparição em cinema foi em "Kilas o Mau da Fita", de José Fonseca e Costa, em 1980.""

Texto extraído de 80 mulheres famosas com mais de 80 anos
http://www.leme.pt/biografias/80mulheres/milu.html

Foi distinguida pela Secretaria de Estado da Cultura com uma condecoração de mérito artístico. Em 2007 foi agraciada com a Ordem Militar de Sant'Iago e Espada, pelo Presidente da República, Anibal Cavaco Silva.

Filmes onde participou ao longo da sua carreira:

Aldeia da Roupa Branca (1939)
O Costa do Castelo (1943)
Doce lunas de miel (1944)
Barrio (1947)
O Leão da Estrela (1947)
A Volta de José do Telhado (1949)
O Grande Elias (1950)
Os Três da Vida Airada (1952)
Agora É Que São Elas (1954)
Vidas Sem Rumo (1956)
Dois Dias no Paraíso (1958)
O Diabo Era Outro (1969)
Kilas, o Mau da Fita (1981)

Eleições Americanas on line

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Estremoz - Escola premiada com 1000€ de livros





A Escola Básica do 1.º Ciclo com Jardim de Infância da Glória, Estremoz, foi premiada com um dos prémios "Pilha de Livros" levada a cabo pelo grupo SONAE, nas suas lojas Modelo.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Novos regimes na Administração Pública

O texto abaixo publicado é um comunicado do SINTAP na Câmara Municipal de Almada, fica aqui para que alguns dos nossos leitores vejam que ainda estão a tempo de corrigir algumas injustiças. O atraso na carreira destes trabalhadores pode chegar aos 20 anos ou seja um trabalhador que esteja em condições de passar do índice 5 (NOVO) ao índice 7 (NOVO) e não passe até ao final de ano só lá chega perto do ano 2029, tendo neste momento cumprido o tempo legal para estar colocado no novo índice. Estes trabalhadores já sofrem o congelamento de salários, pois estão descongelados para alguns no entanto continuam congelados para outros.
Faço minhas, as considerações finais deste comunicado que passo a transcrever, mas, em relação ao Município de Estremoz .
"Temos a plena consciência das dificuldades e constrangimentos financeiros que se vive, mas não queremos acreditar que a Câmara Municipal de ESTREMOZ vai perder a oportunidade de melhorar a vida dos seus trabalhadores."




"CMA tem 60 dias para promover, reconverter e reclassificar os trabalhadores que possuam os requisitos necessários
Com a entrada em vigor de novos diplomas, em Janeiro de 2009, o paradigma da Administração Pública vai sofrer profundas mudanças.

A nova legislação incide nomeadamente sobre:
• Vínculos, Carreiras e Remunerações (Lei n.º 12-A/2008);• Regime de Contrato de Trabalho em Funções Públicas (Lei n.º 59/2008);• Novo Estatuto Disciplinar dos trabalhadores que exercem funções públicas (Lei n.º 58/2008);• Novo Regime de Carreiras (Decreto-lei n.º 121/2008).
Algumas coisas passarão a processar-se de forma diferente, como a fusão de carreiras, a evolução nas carreiras e a adopção de uma tabela remuneratória única.
Extinguem-se as carreiras de operários semi-qualificados e qualificados, assistentes administrativos; técnicos profissionais, as carreiras verticais; horizontais, bem como as promoções, reconversões, reclassificações, que deixam de processar-se segundo o actual método.
Nesse seguimento, o SINTAP reuniu no passado dia 20 de Outubro do corrente ano com a Câmara Municipal de Almada, procurando sensibilizar e estimular o executivo a utilizar as possibilidades que ainda dispõe até ao fim do ano para resolver e melhorar a posição indiciária de um número considerável de trabalhadores.
A Câmara Municipal de Almada, se quiser, poderá perfeitamente promover, reconverter e reclassificar os trabalhadores que possuam os requisitos necessários.
As questões orçamentais não se devem colocar porque é do conhecimento público que a autarquia de Almada goza de excelente saúde financeira, situação que mereceu publicidade através de reclamos espalhado por todo o concelho.
Temos a plena consciência das dificuldades e constrangimentos financeiros que se vive, mas não queremos acreditar que a Câmara Municipal de Almada vai perder a oportunidade de melhorar a vida dos seus trabalhadores."


quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Negociações 2009 – Administração Pública

Por ser de interesse de muitos leitores deste blogue aqui deixo um post de um outro blogue " A formiga do carreiro ".
"SIADAP e Mobilidade marcam arranque das negociações

A FESAP reuniu hoje com o Ministro de Estado e das Finanças tendo em vista o início do processo de negociação colectiva no sector da Administração Pública para 2009. - Aumentos Salariais

Neste encontro, o Governo justificou com o enquadramento macro-económico global e o clima generalizado de crise dos mercados financeiros a sua proposta de actualização das matérias de incidência pecuniária para os trabalhadores da Administração Pública.
Na sequência dessa exposição, a FESAP defendeu a proposta reivindicativa previamente apresentada ao Executivo, no sentido de uma mais notória melhoria do poder de compra dos trabalhadores, não obstante o reconhecimento da difícil situação que o país vive, e manifestando abertura para que possa existir uma aproximação entre as duas propostas, desafiando assim o Governo a seguir o mesmo exemplo.
  • - Avaliação de Desempenho
A FESAP não pôde deixar de aproveitar a presença do Ministro nesta ronda inaugural de negociações para expor a suas preocupações e denunciar um conjunto de procedimentos irregulares de que tem sido informado no âmbito da aplicação da Avaliação de Desempenho, com especial incidência para alguns serviços da Administração Central mas também em muitas autarquias.
Esta é para a FESAP uma questão fulcral para que definitivamente se instale uma cultura de confiança e respeito do trabalhador face à Administração, tendo o este respeito, o Ministro da Finanças mostrado total concordância, afirmando-se determinado a tomar todas as medidas necessárias no sentido que os serviços cumpram a Lei da República no que diz respeito à Avaliação de Desempenho da Administração Pública, e que procuraria intensificar a identificação, fiscalização e correcção desses procedimentos.
  • - Mobilidade Especial
A FESAP solicitou que o Ministério esclarecesse formalmente o conteúdo de um despacho que foi enviado para os serviços e segundo o qual, são discriminadas carreiras que, não obstante estarem em serviços que não são alvo de reestruturação, poderão solicitar a sua colocação em situação de mobilidade voluntária.
A FESAP não aceita que sejam tomadas medidas “cegas” e discriminatórias nem a desresponsabilização dos dirigentes face às necessidades dos serviços.
A próxima reunião terá lugar na próxima segunda-feira, 27 de Outubro."

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Estremoz - e o lixo ...

Passamos a transcrever na integra um email enviado por um nosso leitor e em que se esperam medidas imediatas, ficam também duas fotos das sete recebidas.
"Senhor Vereador do Ambiente e Ordenamento do Território da Câmara Municipal de Estremoz,já várias vezes falei com o senhor e com os responsáveis pela recolha de resíduos sólidos urbanos e de lixos grossos na zona da Quinta do Carmo, junto à Linha Ferroviária de Sousel.Esta é mais uma, desta vez, por escrito e ilustrada com fotografias, porque o senhor naturalmente não tem conhecimento directo destas coisas e os responsáveis pela recolha, possivelmente, não lhe darão conhecimento das mesmas.Em relação ao contentor, passam-se dias e dias sem recolha, como documentam as fotografias; em relação aos lixos grossos, passam-se semanas e semanas sem recolha, como igualmente documentam as mesmas.E, quando se lembram de passar por aqui, deixam o lastro acumulado de semanas e semanas sem recolha, com cerca de 1/2 metro de altura.Os habitantes da zona são cidadãos de pleno direito que pagam os seus impostos e têm os mesmos direitos dos seus concidadãos que vivem no centro da cidade ou na sua rua...Por isso aguardamos melhor tratamento neste assunto, já que não temos estrada asfaltada nem esgotos."
Alberto Luís Casaca
Quinta de Santa Maria - Estremoz


Estremoz - COMPLEMENTO SOLIDÁRIO PARA IDOSOS APRESENTADO


O Salão Nobre da Câmara Municipal de Estremoz acolheu, no dia 21 de Outubro, os idosos do Concelho que ali se deslocaram para assistirem a uma sessão de esclarecimento da Medida Governamental “ Complemento Solidário do Idoso” (CSI) numa publicação do Projecto “ Cadernos do Governo Civil”.

Esta sessão foi presidida pela Senhora Governadora Civil do Distrito de Évora e contou com a representação da Segurança Social. O Senhor Presidente da Câmara Municipal de Estremoz e o serviço de Acção Social do Município também estiveram presentes.

As vantagens da medida agora apresentada são:



  • Apoio económico mensal50% de comparticipação financeira para as despesas com medicamentos


  • Apoio de 100€ para aquisição de óculos e lentes, a cada 2 anos


  • Apoio de 250€ para aquisição e reparação de próteses dentárias amovíveis, a cada 3 anos


  • Cheque Dentista no valor de 80,00€/ano

Durante a apresentação do CSI os presentes foram incentivados a solicitar informação e apoio de forma a poderem beneficiar das vantagens desta medida, pois todos os idosos e pensionistas, que residam em Portugal há pelo menos 6 anos, com baixos rendimentos e com 65 anos ou mais têm direito.

O valor máximo do CSI é de 400,00€/mês, as candidaturas podem ser apresentadas em qualquer serviço de atendimento da Segurança Social, em qualquer altura do ano, sendo necessário a apresentação dos seguintes documentos:



  • Cartão de pensionista


  • Comprovativo de residência e composição do agregado familiar


  • Declaração de IRS.

Trata-se de uma iniciativa governamental que prevê o apoio a pessoas idosas, com baixos rendimentos e que pretende contribuir para fazer face às necessidades específicas desta faixa da população.


O Gabinete de Imprensa

imprensa@cm-estremoz.ptNota de imprensa Nº 375

22 de Outubro de 2008

terça-feira, 21 de outubro de 2008

ESTREMOZ - REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DE 15/10/2008

ASSUNTOS TRATADOS:

1 - Foi deliberado adjudicar a Jerónimo João da Silva Meneses o concurso para Venda da Azeitona das Oliveiras Propriedade do Município, pelo valor de 56,00 € acrescido de IVA à taxa legal em vigor e nas demais condições do concurso;

2 - Foi deliberado ratificar a celebração do protocolo celebrado com a Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz, respeitante a formação em contexto de trabalho de cinco estagiários do Curso Profissional de Animador.

O Gabinete de Imprensa imprensa@cm-estremoz.pt

Nota de imprensa Nº 374
23 de Outubro de 2008

Estremoz em debate - Uma duvida...


Fiquei confuso com a entrevista de Manuela Ferreira Leite.

Não sabia se estava a ver um candidato a 1º Ministro ou se estava a ver uma luta interna pelo lugar no Ministério das Finanças.

Santana Lopes aparece para apimentar a questão autárquica, desviando a falta de propostas objectivas para as próximas legislativas.

Assim vai o PSD.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

ESTREMOZ - REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DE 1/10/2008

ASSUNTOS TRATADOS:
1 - Foi deliberado aprovar o acordo de colaboração para a “Educação Pré-Escolar” e respectivos anexos, para o ano lectivo 2008/2009 a celebrar entre a Direcção Regional de Educação do Alentejo, o Instituto de Segurança Social e a Câmara Municipal de Estremoz, o qual visa regular as condições relativas à participação da Câmara Municipal de Estremoz no Programa de Expansão e Desenvolvimento Pré-Escolar;
2 - Foi deliberado manifestar, à Comissão Instaladora da Área Regional de Turismo do Alentejo, a intenção do Município de Estremoz em integrar a Área Regional de Turismo do Alentejo, E.R.T.;
3 - Foi deliberado aprovar a minuta do contrato e adjudicar o concurso público para “Concepção do Espaço Público do Rossio Marquês de Pombal e Largos Adjacentes, em Estremoz” ao Consórcio Adalberto Dias, Arquitecto, Lda. / gng.apb Arquitectura e Planeamento, Lda, pelo valor de € 383.989,00 mais IVA;
4 - Foi deliberado celebrar um protocolo entre o Município e a Associação de Municípios do Distrito de Évora, relativo à Rede Comunitária do Distrito de Évora;
5 - Foi deliberado ratificar o despacho do Presidente da Câmara de 23-09-2008 no qual foi exercido o direito de preferência na aquisição pelo preço de € 25.000,00 do prédio sito na Rua Magalhães de Lima nº 30/32, em Estremoz;
6 - Foi deliberado proceder à abertura do Concurso Público para "Execução de Edifício Comercial e Espaço Público Contíguo (área do Mercado do Peixe)", aprovar os respectivos Programa de Concurso e Caderno de Encargos e designar o respectivo júri de acompanhamento do procedimento;
7 - Em virtude de se ter verificado um aumento do número de Juízes e de Assistentes do Procurador no Tribunal da Comarca de Estremoz, foi decidido criar mais três lugares de estacionamento afectos ao mencionado Tribunal.
O Gabinete de Imprensa imprensa@cm-estremoz.pt
Nota de imprensa Nº 373
20 de Outubro de 2008