segunda-feira, 29 de outubro de 2018

E o resultado foi ...

Bolsonaro ganhou as eleições com 55% da votação, o povo Brasileiro decidiu no entanto continuo apreensivo quanto ao discurso do domingo passado cheio de ódio, ira e outras coisas que tais que nem vale a pena referir, agora vamos ver o que o homem vai fazer se o discurso de falinhas mansas da vitória se o irado de domingo. Continuo com o receio de ele desencadear uma guerra com a vizinha Venezuela, espero que não haja mais esquadrões da morte no Brasil, que a constituição Brasileira não seja rasgada, que não haja presos políticos ou de opinião, que haja liberdade de imprensa, que não sejam perdidos os direitos fundamentais a uma vida digna...

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

CIGANOS DA MINHA CIDADE


Este título é sugestivo a muitas conversas, comentários e outras situações. Utilizo a palavra CIGANO, sem nenhum desprestigio para a etnia em causa pois, este texto irá retratar muitas situações e reavivar memórias de outros tempos.
Recordo que nos anos sessenta/setenta do século passado, existia uma significativa comunidade de etnia cigana na cidade de Estremoz, vejamos então a sua localização, na minha rua ou seja, na Rua dos Carvoeiros e não havia só ciganos, grassava por lá também a mais velha profissão do mundo, mas podia encontrar as pessoas de etnia cigana nas Ruas do Pintor, do Afã, do Nine, dos Mal Cozinhados, da porta da Lage, dos Quartéis, da Direita, do Pintor, na Magalhães Lima, dos Banhos, Pedro Afonso, largo das portas de Évora, entre muitas outras.
Ao que quero chegar quando nesta cidade se fala de integração em relação a este grupo, toda a comunidade estava integrada na vida social e activa da cidade eram meus colegas de escola e de brincadeira, os pais faziam a sua vidinha na arte de vender nas feiras e nos mercados, era uma comunidade pacata.
Distúrbios  também havia como há hoje e, não era só esta comunidade  mas também outros que, se puxarmos pela cabeça são do nosso meio e por graça, costumo dizer as famílias que faziam os desacatos nessa altura ainda são as mesmas hoje em dia, portanto, existe o problema da integração destes indivíduos na comunidade e, que foi feito para os integrar e procurar resolver os problemas, nada!
Hoje olho para os filhos dos problemáticos da altura e, os filhos herdaram os dotes dos seus progenitores, logo aqui falhou a prisão dos pais, as casas correcionais e demais meios de dissuasão, não vi nem psicólogos, nem ação social a resolver este tipo de problemáticas tanto antigamente, como hoje em dia não vejo, e neste paragrafo não falei da etnia cigana.
Portanto digamos que no tempo da outra senhora, os nossos ciganos até estavam integrados na comunidade, viviam no meio de nós e eram respeitados como também eles, nos respeitavam a nós.
Mas este eram os sedentários.
Nos anos setenta junto à muralha da esplanada parque ou melhor no local onde está o quartel dos Bombeiros, e na parte posterior do eis matadouro municipal que, passou a espaço de feiras tradicionais, vivia a comunidade nómada que procurava de alguma forma manter-se pela cidade por algum tempo.
(…)
Continua nos próximos dias com a comunidade nómada que, procurou  o
sedentarismo.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Bombeiros Voluntários de Estremoz comemoram 85 anos

imagem BVE
Os Bombeiros Voluntários de Estremoz comemoram 85 anos ao serviço da comunidade Estremocense, destaco das comemorações os seguinte de acordo com o programa emitido pelos BVE:

Condecorações do 85º Aniversário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Estremoz


Dia: 27 de Outubro de 2018 - Salão Nobre “Major Francisco Rafael Grave”

15:00 horas – Recepção aos Convidados;
15:15 horas – No Salão Nobre dos Bombeiros, entrega das Condecorações a Bombeiros e Dirigentes;
16:15 horas – Intervenções alusivas ao Ato das Condecorações pelos Convidados;
17:30 horas – Missa de Acção de Graças e Bênção de Viaturas no adro da Igreja de São Francisco

.


SESSÃO SOLENE - Dia: 28 de Outubro de 2018 - Salão Nobre “Major Francisco Rafael Grave”


08:30 horas – Hastear das Bandeiras;
09:00 horas – Romagem ao Cemitério com deposição de uma Coroa de Flores, no talhão dos Bombeiros;
10:15 horas – Recepção aos Convidados com Formatura, junto ao Quartel;
10:30 horas – No Salão Nobre da Associação “Major Francisco Rafael Grave”, Sessão Solene de Encerramento das Comemorações dos 80 anos da Associação, com entrega de Condecorações atribuídas pela LBP – Liga dos Bombeiros Portugueses e outras Condecorações, e Intervenções alusivas ao ato.

PENSATIVO

Numa análise da situação politica internacional, começo a ficar preocupado agora que estamos a poucos dias das eleições Brasileiras em que, fico extremamente apreensivo com a possibilidade de Bolsonario ser eleito presidente do Brasil por sufrágio universal. 
Domingo vai ser dia de eleições e o povo soberano vai decidir, se opta por de alguma forma continuar com o tipo de presidência à qual está habituado ou se quer uma mudança.
Optando pelo segundo cenário, uma situação se adivinha para o Brasil, um governo de acordo com o candidato com bastantes militares nos lugares chave da governação, uma luta desenfreada contra as mulheres, pobres, de tendências diversas sexuais, de origem africana, desempregados, petistas como ele diz, jornalistas e órgãos de comunicação social e para terminar esta lista onde me esqueci de alguns, políticos e criminosos.
Na politica quem não for da opinião dele, o certo será ir parar ao cárcere, logo iremos começar a ter presos políticos no Brasil, é uma possibilidade que se avizinha.
Quanto ao crime é bem provável que voltemos a ter o esquadrão da morte que, não eliminará apenas estes mas, fará o papel que teve durante a ditadura militar de eliminar o que é inconveniente.
Recordo algumas palavras dirigidas a uma nação vizinha que, iria fazer um assalto ao poder soberano desse país, claro que falo da Venezuela que, por acaso, até tem um dos melhores exércitos da América latina, será um risco começar uma guerra nestas condições, irá conduzir para a morte milhares de jovens brasileiros. Olhando para o mapa da América Latina, fico preocupado porque sendo latina, estou a ver uma guerra da Língua Portuguesa contra a Língua Espanhola, porque os povos que circundam o Brasil são hispânicos e, poderão unir-se contra o inimigo que fala português. Vejo aqui e porque não é obrigatório a possibilidade de o começo da 3ª guerra mundial, perdendo assim a Europa o exclusivo deste tipo de guerras ainda mais que. neste momento estamos a assistir ao inicio da guerra fria com o rasgar de tratados que, de alguma forma acabaram com essa preocupação há uns anos, portanto estamos quase a ver o filme " regresso ao passado "
Apenas recordo que Hitler, também foi eleito por sufrágio universal e, deu no que deu. Isto e o rasgar dos tratados fica para outro dia, vamos ver como corre esta eleição no país nosso irmão.

domingo, 24 de dezembro de 2017

III Matança tradicional do porco - Espinheiro - São Domingos de Ana Loura - Estremoz

A Associação Cultural e Recreativa Nova Geração Informa todos os amigos que já há agendamentos dos eventos principais desta Associação para o Próximo Ano 2018. 
1 - III Matança Tradicional do Porco 2018 dia 27 de Janeiro de 2018. 
2 - Comemorações do 44º Aniversário do 25 de Abril de 1974 dias 24 e 25 de Abril de 2018 
3 - Festas Populares 2018 Brevemente data oficial.

É com muito gosto que apresentamos o cartaz do nosso primeiro evento para 2018. 
Esperamos contar com todos vós. 
III Matança tradicional do porco - Espinheiro

domingo, 5 de novembro de 2017

Revista à Portuguesa ( Revist Ó Fado " A Tasca do Tí Carlos" )

Uma nova produção da C2E que promete uma boa disposição ao longo de toda a actuação um espectáculo da mesma produtora da revista "Pernocas ao leu" que recentemente nos visitou. A " TASCA DO TI CARLOS " pelo que nos apresenta no video promete. Uma nova produção da C2E cuja publicação do video promocional foi autorizada pelo sr Carlos Cruz

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

TEATRO AMADOR DE ESTREMOZ APRESENTA " O AVARENTO" DE MOLIÈRE

Vão-se acender as luzes da ribalta para dar brilho à comédia " O AVARENTO" encenada pelo estremocense Cláudio Henriques que em conjunto com uma equipa que há muito tempo tenta dinamizar o teatro no concelho arregaçou as mangas meteu mãos à obra e ai está um projecto que o vai fazer esquecer as amarguras da vida em que o riso não irá faltar.
Dia 11 de novembro teremos a estreia pelas 21.30, será efectuada uma segunda sessão no dia 18 de novembro também pelas 21:30 horas.